Como prevenir o descolamento de retina

Dando continuidade ao texto anterior, confira abaixo algumas situações para as quais você deve ficar atento a fim de prevenir o descolamento de retina.

 

            Como já havíamos abordado no texto anterior, o descolamento de retina acontece quando há um desprendimento da retina do globo ocular, isto é, a separação da retina em duas camadas e o aparecimento de uma rasgadura. Por se tratar de uma situação emergencial, é muito importante que nos mantenhamos atentos aos fatores de risco que envolvem tal condição e que, da mesma forma, saibamos nos prevenir, para que essa ameaça não venha a se tornar uma realidade.

            Sabe-se que a maioria dos casos de descolamento de retina estão relacionados ao envelhecimento e pessoas com mais de 40 anos tem maiores propensões a apresentar os sintomas concernentes a essa condição. Isso porque um dos fatores responsáveis pelo descolamento é a alteração do vítreo, o qual vem a se tornar mais liquefeito com o passar do tempo. Contudo, a prevenção do descolamento de retina começa com a realização regular de exames oftalmológicos de rotina a cada um ou dois anos. São eles que ajudam o seu oftalmologista a detectar quaisquer alterações, tais como inflamação, desgastes ou rasgos na retina os quais são capazes de levar a um futuro descolamento da mesma.

            Há ainda aquelas pessoas que não devem jamais adiar exames oftalmológicos regulares, por apresentarem fatores de alto risco com relação ao descolamento de retina. São elas: pessoas com alto grau de miopia; pessoas que já apresentaram descolamento de retina no passado; pessoas com histórico familiar de descolamento de retina (embora raramente seja hereditária); pessoas com histórico de cirurgia de catarata, lesão ocular ou que apresentem doença ocular degenerativa; e, por fim, pessoas com diabetes. Uma atenção especial deve ser dada a essas últimas, uma vez que o diabetes torna a retina mais propensa a um determinado tipo de doença vascular, a retinopatia diabética, assunto também já tratado em outro momento aqui no blog. A retinopatia diabética pode fazer surgir cicatrizes e tração na retina, estimulando o seu descolamento. Os pacientes com diabetes devem fazer um exame oftalmológico anual com dilatação das pupilas a fim de que se possa identificar qualquer retinopatia. Além disso, é preciso que monitorem seus níveis de açúcar no sangue continuamente.

Proteja os olhos, evite um trauma ocular e um possível descolamento de retina
Proteja os olhos, evite um trauma ocular e um possível descolamento de retina

            Por fim, é preciso alertar mais uma vez sobre situações específicas, mesmo que corriqueiras, as quais podem da mesma forma levar a um descolamento de retina. Assim, em primeiro lugar, é muito importante que se evitem quaisquer ferimentos nos olhos. Para tanto, é imprescindível o uso de óculos de proteção quando se está trabalhando com ferramentas elétricas ou realizando atividades que envolvam pequenos objetos suscetíveis a desprender-se e, consequentemente, sair “voando” em direção a um dos olhos. Isso vale também para situações que envolvam fogos de artifício, tão comuns, principalmente nas festas de final de ano. Ainda, o simples fato de coçar os olhos, com força ou continuamente, pode desencadear o problema e por se tratar, às vezes, de um hábito impensado, é preciso que haja uma atenção maior quanto a isso. Em segundo lugar, se você é adepto à prática de esportes, é preciso que redobre também seu cuidado, pois determinadas atividades, tais como futebol ou algum tipo de luta, potencializam uma futura lesão ocular por meio de um soco ou de uma bolada que o acerte em cheio em meio ao rosto.

            Sabemos que é sempre melhor prevenir do que remediar e prevenir um possível descolamento de retina é, de longe, muito melhor do que passar por alguma intervenção cirúrgica advinda de qualquer descuido em relação à saúde dos nossos olhos.

Quer marcar uma consulta com especialista para saber como está a saúde dos seus olhos?

Clique aqui e marque sua consulta!

Comentários: