Quais são as opções para a correção visual?

No texto de hoje veremos as principais opções para tratar de sintomas visuais que, por vezes, limitam o pleno desempenho das atividades cotidianas mais simples. Acompanhe.

 

            Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 35 milhões de brasileiros sofrem com algum tipo de problema na visão. Isto é, aproximadamente 19% da população apresenta desde cegueira, até baixa visão de ambos os olhos, ocasionada por doenças tais como a miopia, o astigmatismo, a hipermetropia, a presbiopia, etc. No entanto, boa parte dos casos atualmente são favorecidos pela tecnologia oftálmica que já permite a algumas pessoas corrigir seus problemas e até mesmo voltar a ter uma visão normal. Abaixo abordaremos as opções de correção visual disponíveis no mercado, das mais comuns às mais inovadoras: 

ÓCULOS

Esta sem dúvidas é a solução mais comum. Embora altere esteticamente a aparência de quem deles necessita, bem como restrinja a visão periférica pela correção ocular estar limitada ao espaço das lentes de grau que o estruturam, a vantagem dos óculos é que apresentam um custo relativamente baixo e não exigem uma complicada manutenção.

 LENTES DE CONTATO

A principal vantagem das lentes de contato é que certamente dão a quem necessita de correção óptica uma maior liberdade para praticar atividades físicas, por exemplo, ou mesmo durante as atribuições do dia-a-dia, ao contrário dos óculos os quais limitam um pouco determinadas movimentações. No entanto, não são raras as pessoas que apresentam dificuldade de adaptação em relação a elas, ou até mesmo dificuldade em mantê-las devidamente bem cuidadas, o que pode ser bastante arriscado em vistas do desenvolvimento de infecções ou ainda úlcera de córnea.

CIRURGIA REFRATIVA

Considerada uma das maiores revoluções da oftalmologia moderna, apresenta-se como uma opção eficaz e permanente para quem precisa de correção visual a fim de que consiga exercer atividades comuns do dia-a-dia mais confortavelmente.

Sabemos que o objetivo final de qualquer cirurgia refrativa é permitir que pacientes com problemas na visão possam se ver livres dos óculos ou das lentes de contato e, para tanto, diferentes técnicas estão disponíveis no mercado com o intuito de adaptarem-se às necessidades de cada caso. Dentre essas técnicas, é possível citar as lentes intraoculares, ou lentes fácicas, as quais são aplicadas por meio de anestesia local com colírios onde é feita uma pequena incisão para que possam ser implantadas. Esta é uma opção indicada para pessoas que apresentam graus elevados de miopia, ou ainda para casos em que a cirurgia a laser não é recomendada devido a características indesejáveis da córnea (córnea fina, ceratocone, etc.)

A cirurgia refrativa a laser, em contrapartida, propõe-se a alterar o formato da córnea, ou seja, remodelar a superfície do olho. O procedimento leva apenas algumas minutos e a recuperação é bastante rápida, com resultados perceptíveis no mesmo dia em que se deu o procedimento cirúrgico. Embora não exista um procedimento médico que seja totalmente livre de riscos, a cirurgia refrativa, quando bem indicada por especialista, traz ótimos resultados, além de uma melhora significativa na qualidade de vida das pessoas.

Dificuldade para enxergar? Cansado do óculos, ou da lente de contato?

Marque uma consulta e tire suas dúvidas sobre a cirurgia refrativa!

 

 

Comentários: