Cirurgia Refrativa a Laser em Ponta Grossa

cirurgia refrativa em ponta grossa

Cirurgia refrativa é aquela tecnologia desenvolvida com o intuito de corrigir vícios de refração, conhecidos como astigmatismo, hipermetropia e miopia. A cirurgia refrativa é feita através de um equipamento, o qual funciona emitindo um tipo de laser, chamado o excimer laser. Segundo o Dr. Alessandro Both a cirurgia refrativa a laser é uma técnica segura, feito com anestesia local, colírios, rápida e com ótimos resultados.

Com a cirurgia refrativa em Ponta Grossa é possível corrigir condições como, miopia; que é o erro de refração que dificulta a visão de longe. Hipermetropia; que é a dificuldade maior para ver de perto, porém, em muitos casos também de longe. Astigmatismo; dificuldade para enxergar de perto e longe.

É importante destacar que graus muito altos precisam de uma avaliação cuidadosa antes da cirurgia, pois existe uma limitação dependendo o grau e erro refrativo do paciente, por exemplo, um paciente com -15,00 dioptrias de miopia não podem ser tratados com essa técnica, pois o resultado não seria bom por causa da córnea ficar muito fina.

Outros fatores devem ser levados em consideração pelo especialista antes da cirurgia, como o analise de outras doenças oculares similares a olho seco, conjuntivite crônica, glaucoma, catarata, alterações na retina, entre outras.

Atualmente existem três técnicas de cirurgia refrativa: LASIK, iLASIK e PRK.

Lasik convencional

Na técnica Lasik convencional é feito um corte muito fino conhecido como flap com uma lâmina acoplada a um equipamento chamado microcerátomo, sendo um corte de menos de 1mm de espessura. Após de realizado o corte, o flap é levantado para aplicação do laser que irá concertar o grau, logo desse passo, o flap e colocado novamente no seu lugar de origem.

Existe um risco no procedimento referente ao flap, pois se o paciente coçar ou esfregar o olho no pós-operatório, é possível que afete a cicatrização e pode ser preciso realizar um novo procedimento.

iLASIK

O ILASIK é uma técnica mais moderna do que o lasik convencional. É feito um corte muito fino na córnea, conhecido como flap, com o auxílio do laser femtosegundo, o corte tem uma espessura de 120 micra. Após feito o corte, o flap e levantado e aplicado o laser para assim corrigir o grau, logo da implementação do laser, o flap é recolocado no seu lugar de origem.

Em comparação ao PRK, a recuperação é mais rápida e não se apresenta quase nenhum tipo de dor no pós-operatório.

PRK (“sem cortes”)

É feito uma raspagem das camadas mais superficiais da córnea, logo é aplicado o laser para a correção do grau, alguns especialistas aplicam um medicamento chamado mitomicina após o tratamento com o laser. Após a cirurgia é colocado uma lente de contato gelatinosa para ser usada por 3 a 10 dias, com o intuito de proteger o olho e reduzir a dor pós-operatória.

O procedimento é considerado um pouco mais seguro que o lasik, pois não se apresentam problemas relacionados ao flap, porém o paciente pode sentir mais desconforto e dor no pós-operatório, a visão pode demorar de sete e até quatro semanas em melhorar, dependo do caso.

CIRURGIA REFRATIVA PASSO-A-PASSO:

No começo, antes da cirurgia, é realizado um exame pré-operatório para definir se o olho está saudável e candidato para o procedimento. O exame inclui uma avaliação de ambos olhos e um histórico clinico e ocular.

No dia da cirurgia, um pouco antes, o especialista irá tirar uma fotografia do olho para determinar a colocação correta do tratamento da córnea. Após 30 ou 40 minutos mais tarde, o oftalmologista aplicará um colírio anestésico no olho do paciente. Logo, o especialista vai colocar um instrumento entre as pálpebras para assim mantê-las abertas durante a cirurgia, junto com um protetor para cobrir o olho que está sendo tratado, o paciente deitado na maca olhará para o microscópio, o qual emitirá o laser em direção a sua córnea.

OS PRIMEIROS DIAS APÓS A CIRURGIA REFRATIVA EM PONTA GROSSA

Nos primeiros dias após a cirurgia pode se apresentar sensibilidade a luz, assim como pode se sentir algum tipo de desconforto, uma recomendação é o uso de lentes escuros para minimizar as sensações durante um ou dois dias após a cirurgia. Na maioria dos casos não se apresentam efeitos colaterais, porém tem um pequeno risco de efeitos colaterais que dependerá de cada caso e paciente.

O CANDIDATO À CIRURGIA REFRATIVA A LASER EM PONTA GROSSA

O paciente precisa ter as seguintes condições:

  • Ser maior de idade.
  • Ter grau dos óculos ou lente de contato estável, ou com variações muito pequenas.
  • Não apresentar alguma doença ocular ou sistêmica que contraindique a cirurgia.
  • Em caso de gestação ou amamentação, o procedimento e contraindicado.
  • Não ter doenças oculares, principalmente às da córnea.

Para saber se o paciente é candidato se realizará um analise cuidadoso, levando em conta todos os fatores antes mencionados.

RESULTADOS DO TRATAMENTO

O objetivo da cirurgia é proporcionar independência dos óculos e lentes de contato, com o avanço das tecnologias, os problemas de cicatrização, hipercorreções ou hipocorreções são pouco frequentes, assim como complicações por afecções que são geralmente inexistentes, levando os cuidados pôs operatórios adequados.

WAVE FRONT – CIRURGIA PERSONALIZADA

A waver front é a mais moderna técnica de cirurgia refrativa, é feita por meio da técnica lasik. Faz a utilização de uma tecnologia mais avançada que permite fazer a correção das chamadas aberrações de alta ordem, próprias de cada pessoa, similar as impressões digitais, onde as imagens não são nítidas, obtendo distorções na visão.

A cirurgia personalizada, faz um diagnóstico com um sistema diferente, assim como também o tratamento com o laser, funciona por meio de um sistema de análise de frente de ondas que possui um tomógrafo de córnea associado a um aberrômetro, proporcionando um analise detalhado do nível de aberrações de alta ordem do paciente.

CIRURGIA REFRATIVA: CUIDADOS IMPORTANTES

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:

  • Não use nenhum tipo de creme ou produto no rosto no dia da cirurgia.
  • Tome banho e lave bem a cabeça e o rosto.
  • É importante estar acompanhado de familiar, amigo ou adulto ao vir e após feita a cirurgia.
  • Se estiver tomando algum remédio, tome-os normalmente.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:

  • Após feita a cirurgia, o olho é protegido com uma lente gelatinosa terapêutica.
  • Evite esfregar os olhos ou toca-os com as mãos.
  • Evite exposição ao vento ou sol forte sem proteção.
  • Use os colírios seguindo as recomendações de seu oftalmologista
  • Volte ao consultório para acompanhamento do tratamento e consulta pôs operatória.

Comentários: